Hospital de Camboriú vai atender cirurgias eletivas

A Justiça autorizou que a Prefeitura de Camboriú utilize temporariamente a estrutura do hospital da cidade para vocacioná-lo para a realização de cirurgias eletivas do SUS. O acordo, feito com o Ministério Público, o liquidante da Fundação Hospitalar e o Judiciário, prevê que os servidores podem utilizar o espaço, o que ocorre desde sábado, dia 1º. O prefeito Elcio Kuhnen explica que as cirurgias eletivas devem iniciar entre 40 e 60 dias, por causa dos reparos necessários nas instalações.

“No sábado já começamos um diagnóstico dos reparos necessários no prédio, a serem feitos em forma de mutirão pelos nossos servidores. Não teremos uma grande reforma, mas queremos garantir que a estrutura esteja absolutamente adequada para os procedimentos”, explica. O acordo prevê que a Prefeitura vai pagar R$ 35 mil mensais pela utilização, por meio de depósito judicial. Os recursos do pagamento serão geridos pelo liquidante da Fundação e utilizados, entre outros, para o pagamento dos funcionários da agora extinta Fundação Hospitalar de Camboriú. O acordo fixa a utilização até dezembro deste ano.

===

Pela imagem remetida, a aparência externa do prédio não é das melhores e precisa ser renovada. Dá uma péssima impressão.