Guarda Municipal amplia número de prisões

A Guarda Municipal realizou 584 prisões nos primeiros seis meses de 2017. No mesmo período do ano passado foram 356 prisões. Apesar do número maior, não significa que as ocorrências aumentaram, mas sim que a Guarda Municipal está atuando de maneira mais eficaz com a intensificação do patrulhamento preventivo.

“Antes nossos guardas ficavam dentro de suas bases o que dificultava o flagrante de ocorrências. Neste ano, tiramos as equipes das bases fixas e as colocamos em rondas pela cidade, o que possibilita a diminuição do tempo de resposta às ocorrências e o aumento no número de prisões. Os guardas nas ruas inibem o crime e aumentam a sensação de segurança aos moradores”, explicou o secretário de Segurança, Antônio Gabriel Castanheira.

De janeiro a junho foram 99 detenções por posse de entorpecente, 83 por furto, 55 mandados de prisão, 44 por tráfico de drogas, 32 veículos recuperados com registro de roubo ou furto e oito apreensões por armas de fogo.

Janeiro de 2017 foi o mês com maior número de prisões e conduções no ano - 127, fevereiro foi 111, abril 108, maio 101 e junho 58. “É possível notar que as detenções diminuíram gradativamente a cada mês, o que mostra a importância do patrulhamento ostensivo na redução do crime”, finalizou o secretário.

Secretaria de Segurança conta com 141 guardas efetivos, divididos entre Guarda Ambiental, K9, Guardas Municipais e Grupo de Operações Preventivas (GOP).