Colégio Ghislandi interditado por falta de segurança

A Secretaria de Educação de Balneário Camboriú comunica que interditou por medida de segurança, o Centro Educacional Municipal Armando César Ghislandi, no Bairro Vila Real. Com isso, estão suspensas a partir desta terça-feira (11), as aulas dos 700 estudantes, do 1º ao 9º ano, que estudam no local.

A interdição ocorreu após vistoria realizada na tarde desta segunda-feira (10), pelos engenheiros da Secretaria de Planejamento, Djandro Goulart e Giovanni Beninca. De acordo com os técnicos, uma treliça metálica – elemento estrutural da cobertura dos dois blocos e pátio da escola, se rompeu no último sábado (08) e outras treliças também correm o risco de ruir. “Verificamos que há muita ferrugem e pontos de risco iminentes na estrutura metálica da cobertura da escola, causados pela falta de manutenção. Por isso, decidimos interditar para a segurança dos alunos e funcionários”, explicou o engenheiro Djandro

Nesta terça-feira (11), empresas especializadas em estruturas metálicas irão até o local para vistoriar e verificar se é possível consertar a atual estrutura ou se será necessário desmontá-la. “Vamos antecipar as férias dos alunos dessas escolas e neste meio tempo já deveremos ter uma opinião técnica mais precisa sobre a solução do problema. Neste momento, nossa prioridade é a segurança de nossos alunos” ressaltou a secretária de Educação, Denize Leite.