Que tal modificar a Festa dos Amigos?

Informação da Prefeitura:

Cerca de 25 mil pessoas são esperadas neste sábado (15), na Festa dos Amigos, em Balneário Camboriú. Serão 120 barracas espalhadas na Avenida Atlântica, no trecho entre a Rua 2500 e a Praça Almirante Tamandaré, para celebrar o Aniversário de 53 anos da cidade. A festa começa às 11h. A interdição da Avenida Atlântica inicia na madrugada de sábado, à 1h, quando a avenida ficará em meia pista. Até às 5h o trecho estará totalmente interditado para veículos. A liberação da pista, após a finalização do evento, acontecerá também de forma parcial, conforme a limpeza da via e da praia forem feitas. A meta é que até as 21h a Avenida Atlântica esteja liberada.

Nossa opinião:

Já dissemos: a Festa dos Amigos é esquisita. São locais onde só entram convidados. Amigos privados, por supuesto. A saber se é só para os JÁ amigos ou novos amigos. Melhor nome seria FESTA DA AMIZADE. E as barracas não poderiam ser fechadas, mas abertas à circulação de quem quisesse. Como é, não é democrática. E, portanto, fechar local público para isso não é justo.
A decisão de fechar uma das pistas da Atlântica para o povo é boa e justa, como se faz aos domingos, aí sim. Por que não inovar também neste evento do aniversário do Município (nova ideia, senhores) e fazer uma Festa de Amigos ou de Amizade livre. Quem quiser confraternizar, pode ir. Com regras iguais ou semelhantes em relação a espaço e comportamento, mas livre, sem restrições. Vai quem quer e pode. Por que não?
Tipo quem quiser assar um boi inteiro, vai. Quem quiser fazer um misto frio, vai.

Além disso, a festa serve mais como instrumento de propaganda de empresas - o que não é impeditivo, mas é assim - e confraternização de seus clientes e familiares. Também em relação a entidades representativas. 

 Em todo caso, a tradição tem 19 anos e muitos que ficam de fora gostam e aceitam. Então, quem somos nós para querer modificar alguma coisa?