Balneabilidade da Praia Central continua ruim

Os dados das análises continuam intrigando. A começar pelo Pontal Norte, onde os níveis de colilformes dobraram entre os dois últimos resultados. Com tempo chuvoso havia menos. No Estaleirinho, apesar de condição própria do mar nas duas análises, entre a primeira e a segunda houve um crescimento de coliformes: 10 para 605.

 Os demais pontos das Praias Agrestes, exceção da Lagoa de Taquaras, foram considerados próprios, incluindo Laranjeiras, onde caiu bem o índice de colilformes, de 6131 para 148. 

O quadro anexo mostra sete dos dez pontos analisados como impróprios na Praia Central. Queira-se ou não, acredite-se ou não, há um efeito nisso daí e uma advertência. Há que se estudar profundamente e adotar medidas para evitar ou reduzir bem reduzido. Em outros quadros anexados, resultados de Laranjeiras, Estaleiro, Estaleirinho e Taquaras.