Possível envolvimento de empresa de segurança em explosão de cofres

A Polícia Civil, através da 3ª DP de Joinville, deflagrou na manhã desta quarta-feira, 07, a operação “Cofre Seguro”, para coibir um esquema de arrombamento de caixas eletrônicos. Foram cumpridos sete mandados de prisão em Joinville e São Paulo. Também foram cumpridos 17 mandados de Busca e Apreensão. Até o momento, são nove presos: cinco em Joinville, três em Navegantes e um em São Paulo. Os presos responderão por organização criminosa, furto qualificado, tráfico de drogas e porte de armas. Foram apreendidas armas, munições, drogas e notas falsas. Cerca de 30 policiais civis estão mobilizados na ação.

Em dois meses de investigação, os policiais descobriram que um dos integrantes da quadrilha, preso em São Paulo, estaria em contato com um funcionário de uma empresa de segurança, que ajudaria a facilitar os furtos. A Polícia Civil ainda investiga o envolvimento da empresa que atende bancos de diversos locais do Brasil.

Segundo a apuração, os assaltantes entravam na agência e avisavam ao funcionário da empresa de segurança assim que o alarme fosse acionado. Ele era responsável por acobertar a ação e demorar a chamar a polícia, enquanto passava informações para garantir os arrombamentos dos caixas eletrônicos. "A quadrilha agia todo final de semana. Na sexta-feira, parte da organização entrava nas agências e desligava o monitoramento. No sábado, eles voltavam para fazer a planta do local, onde ficava a sala do cofre e tudo mais. E no domingo, eles invadiam para subtrair o cofre. Essas ações eram feitas em SC", explica o delegado Murilo Batalha.