Operação Demolição na Vila Fortaleza

Na manhã desta quinta-feira (01), a Prefeitura de Balneário Camboriú, por meio da Defesa Civil, Secretaria de Obras e Guarda Municipal, deu continuidade à operação de demolição das casas em situação de alto risco da Vila Fortaleza, no Bairro São Judas Tadeu. Após o início da operação, os moradores solicitaram mais 24 horas que eles próprios pudessem demolir as construções.
As famílias haviam sido comunicadas em janeiro sobre a ação que atende determinação do Ministério Público. No dia 15 de fevereiro, iniciou a primeira etapa da operação com a retirada das famílias das casas e encaminhamento para abrigos temporários. Segundo o diretor da Defesa Civil de Balneário Camboriú, Fabrício Melo, foi acordado que as sete casas seriam demolidas e um prazo de 15 dias foi oferecido para que as famílias desmanchassem as casas por conta própria, caso quisessem reaproveitar algum material. Com o fim do prazo, as casas que ainda estivessem nos locais de risco seriam retiradas. As famílias que quiseram foram levadas para um abrigo no Bairro da Barra.