No seu aniversário, PM promove e homenageia

POLÍCIA MILITAR

Entrega de medalhas e promoção
de policiais militares da 3ª RPM

A manhã desta quinta-feira, 03, foi marcada pela solenidade de aniversário dos 183 da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC). A formatura realizada pela 3ª Região de Polícia Militar aconteceu no Atracadouro Barra Sul, na Avenida Atlântica, Centro sul de Balneário Camboriú, e contou com  participação do subcomandante-geral da PMSC, Coronel Cláudio Roberto Koglin entre outras autoridades militares e civis, representantes do Poder Legislativo e Judiciário, familiares, amigos e participação especial da Banda de Música do 23º Batalhão de Infantaria do Exército.
Criada em 05 de maio de 1835 por Feliciano Nunes Pires e, desde então, tem como missão a proteção da sociedade catarinense, a Polícia Militar nutre-se dos ideais inspirados no exemplo de Tiradentes – seu patrono  - e de seu criador, sempre demonstrando o espírito de servir e proteger, mesmo com o risco da própria vida, na construção da tão desejada paz social, alicerçada na hierarquia e disciplina e norteada pelo mais elevado senso de justiça e respeito à dignidade das pessoas.
Nessa data, em que completa 183 anos de existência, há muito a se comemorar, principalmente por ser esta instituição um dos pilares que sustentam a segurança pública catarinense e coloca Santa Catarina como um dos Estados mais seguros do Brasil.
Como tradições pela data comemorativa, policiais militares são promovidos e recebem medalhas de honra ao mérito e por tempo de serviços prestados. Na 3ª RPM, 108 policiais foram agraciados com medalhas de honra e 10 policiais militares foram promovidos na carreira.
Tanto o brasão de mérito pessoal da Polícia Militar, instituído com a finalidade de distinguir os policiais militares que se destacam por seus méritos e aqueles que devam ser recompensados por apresentarem um melhor desempenho profissional, estimulando a busca pela qualificação em suas atividades, através do reconhecimento ao seu trabalho, quanto a promoção na carreira, se revestem de singular importância para a corporação e para a vida profissional e pessoal de cada policial militar.
Na solenidade também foi prestada uma homenagem à viúva do Sargento RR Edson Abílio Alves, em sua memória por ter sido assassinado a tiros no dia 30 de agosto de 2017 na cidade de Camboriú, para que jamais sejam por nós esquecidos aqueles que deram sua vida pela segurança pública de nossa região.
Em solenidade especial realizada na Capital nesta quarta-feira, 2, cinco policiais militares do 12º BPM também foram agraciados com a medalha de Mérito da Cruz de Bravura por terem sido promovidos por ato de bravura, ocasião em que os policiais militares arriscaram a própria vida para salvar outra.
O Subtenente Daniel José Pereira, os Sargentos Marciano Lúcio Panca, Emerson da Silva, Domingos Lessandro Cardoso de Andrade, Alzelico Seide Branco e o Cabo Gilberto Roveda Dalcico, possuem algo em comum. Tomaram uma decisão de se lançar em águas turbulentas para salvar a vida de alguém que corria o risco de morrer afogado. Receber a medalha significa que se não fosse seu esforço sobrenatural, alguém teria morrido.


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


CASAL PRESO POR TRÁFICO DE ECSTASY

Nesta quinta-feira, 3, por volta das 17h, a Polícia Militar recebeu uma denúncia de tráfico de drogas na Rua Rio Amazonas, no bairro Rio Pequeno, em Camboriú. Ao chegar no local a PM avistou um casal em atitude suspeita com as características passadas que ao perceberem a presença da guarnição tentaram se livrar dos pacotes com as drogas. Ao realizar a abordagem, em revista pessoal foram encontrados 140 compridos de êxtase com L.A.S, 21 anos, que assumiu a propriedade da droga. Com B.O.D.S, de 18 anos, nada foi encontrado. O casal assumiu que estava no local para repassar a droga a outro comprador. Diante dos fatos L.A.S e B.O.D.S foram presos em flagrante por tráfico de drogas para os procedimentos cabíveis.
*B.O.D.S não possuía nenhum boletim de ocorrência.
*L.A.S não possuía nenhum boletim de ocorrência.