STF aprovou inquérito contra Paulo Bauer

O Supremo Tribunal Federal aprovou abertura de inquérito solicitado pelo Ministério Público Federal para investigar o senador Paulo Bauer, candidato do PSDB a governador, por corrupção e lavagem de dinheiro.

A abertura de inquerito foi autorizada em despacho do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato. 

Bauer foi incluído na delação do diretor da Hypermercas, Nelson de Mello. Ele disse que repassou r$ 11,5 milhões ao senador entre 2013 e 2015 através de contratos fictícios.

Decisão de Fachin foi escrita em cinco páginas, onde detalha a denúncia feita pelo delator. Agora, Paulo Bauer é formal e oficialmente investigado por corrupção e lavagem de dinheiro e isso pode comprometer a candidatura ao governo do estado.