VISÕES ELEITORAIS DE 2018-2020

Vereadores de Balneário Camboriú que desejam, declaradamente, disputar a prefeitura (e, em algum momento, até poderão, pois há tempo): Roberto Souza Junior, Marcelo Achutti, Leonardo Piruka Martins Machado, Bola Aldemar Pereira. Alguns, para chegarem ao intento, precisam trocar de partido, pois não teriam espaço nos seus próprios, ao menos levando em conta a situação atual.
Na próxima eleição, aliás, dependendo do quadro que se formar a partir da eleição legislativa deste ano, haverá candidatos a granel, dentro e fora da Câmara.
Porque, dependendo do quadro que se formar agora, Piriquito virá com força (ou não) e Carlos Humberto virá com força (ou não).
Para ser um elemento decisivo, o quadro da eleição deste ano deverá privilegiar um lado ou outro, mas a atuação do governo municipal também ditará o compasso, já que é natural que Fabrício se candidate à reeleição. Se for bem (terá que melhorar, e muito, até lá), terá potencial e viabilidade. Se for mal, jogará a prefeitura de mão beijada nas mãos da oposição, seja ela qual for - ou MDB, ou PSDB, ou PP.
Eleição, diz o ditado, é uma caixinha de surpresas e não é ciência exata. Mas os movimentos e posturas indicam muitas possibilidades.