Operação Ferrolho da PM na divisa com o Paraná

A Polícia Militar de Santa Catarina ativou nesta terça-feira, 11, no início da manhã, a Operação Ferrolho em toda a divisa com o estado do Paraná. O motivo foi a fuga de presos, ocorrida por volta das 5:00 h, no presídio de Piraquara, na região da Grande Curitiba. 


A Operação Ferrolho, que já havia sido realizada de forma experimental em duas edições anteriores, foi mobilizada em menos de três horas em 27 municípios fechando toda a fronteira com as guarnições sediadas ao longo dos 754 quilômetros da divisa de Santa Catarina com o Paraná.  


A Operação Ferrolho contou com 337 policiais. Foram abordados 1187 veículos e 1494 pessoas. Dois homens foram presos por já terem mandato de prisão contra eles.
Com o apoio imediato das Agências de Inteligência, de 24 postos da Policia Rodoviária Estadual e da Polícia Rodoviária Federal, que ajudaram na atualização dos pontos principais das barreiras policiais, foram fiscalizados os terminais rodoviários e pontos específicos de passagens entre os estados.

A Fuga

Bandidos invadiram o Presídio de Piraquara para resgatar presos na madrugada desta terça-feira (11), na Região Metropolitana de Curitiba. Os suspeitos explodiram os muros do presídio e invadiram o local atirando.
O Contorno Leste, que liga Curitiba a Pinhais pela Rodovia deputado João Leopoldo Jacomel chegou a ser bloqueada por três caminhões que foram incendiados. O fogo teria sido provocado por um grupo que dava apoio à fuga de detentos da penitenciária. A faixa sentido São Paulo começou a ser liberada por volta das 8h30 e a fila passou de 17 quilômetros.