GM faz Operação Lei Seca no centro

Para reforçar a segurança na área central de Balneário Camboriú e também no trânsito, foi realizada na madrugada de sexta-feira (02) e na noite do sábado (03), uma barreira de fiscalização, denominada “Lei Seca” na Avenida Atlântica e fundos da Praça Almirante Tamandaré. No sábado, também foi feita uma operação conjunta entre Guarda Municipal, Agentes de Trânsito, Conselho Tutelar e Resgate Social, que resultou no encaminhamento de 10 adolescentes aos responsáveis.

Na barreira de fiscalização, na sexta-feira, foram realizadas 110 abordagens veiculares e diversos procedimentos administrativos. Ao todo, foram 17 autuações, quatro Carteiras Nacional de Habilitação (CNH) recolhidas, quatro remoções veiculares e uma condução por embriaguez. “A intenção é que esse tipo de ação integrada entre Guarda Municipal e Agentes de Trânsito deva acontecer durante toda a temporada, em dias, horários e locais diferentes”, explicou o subcomandante da GM, Luis Arlindo Borges.

Já para a operação conjunta, realizada no sábado, foram utilizados 20 GMs, quatro agentes de trânsito, duas pessoas da equipe do Resgate Social, sendo um deles o responsável pela Casa de Passagem e pelo Departamento de Resgate Social, Paulo Roberto de Souza, e duas do Conselho Tutelar. Os conselheiros tutelares e a equipe do Resgate Social permaneceram na base da GM, na Praça Almirante Tamandaré, para prestar os apoios necessários. Já na Avenida Atlântica, nos fundos da Praça foi feita uma barreira de fiscalização de trânsito, composta por GMs e Agentes de Trânsito.

Os guardas municipais também ficaram distribuídos na Avenida Atlântica, com a Avenida Alvin Bauer, Atlântica com a Rua 1400, Atlântica próximo a Avenida Central, Avenida Brasil com a Avenida Central e também na Praça Almirante Tamandaré.

“O efetivo usado para essas operações foi reforço de convocação e não atrapalhou o atendimento nos demais bairros da cidade. Essa prevenção e patrulhamento preventivo que foi feito na região Central garantiu as famílias de turistas e moradores que pudessem desfrutar com tranquilidade e com segurança dos equipamentos públicos da nossa Praia Central. Essas ações serão rotineiras e poderão contar com a participação de outras Secretarias do município, como também de outros órgãos de segurança pública municipal e estadual”, disse o secretário de Segurança, Antônio Gabriel Castanheira.

Foram feitas diversas abordagens e a Guarda Municipal prestou apoio ao Conselho Tutelar, encaminhando 10 adolescentes até a base da Praça Tamandaré. Os adolescentes estavam ingerindo bebidas alcoólicas, fazendo uso de cigarro e Narguile. O Conselho Tutelar deu suporte necessário, fez os encaminhamentos pertinentes e entrou em contato com os pais e responsáveis pelos adolescentes. Os jovens foram liberados para irem para as suas casas e sete eram de Camboriú, um de Itapema e dois de Joinville. Desse número, foi constatado que seis estavam foram da escola.

“Esses casos de evasão escolar e abuso de álcool serão acompanhados para a aplicação das medidas protetivas cabíveis e vamos encaminhar a situação desses adolescentes aos Conselhos Tutelares das cidades em que residem”, comentou a presidente do Conselho Tutelar, Huanita Radke Carolo.