Deputados querem CPI da Ponte Hercílio Luz

Os bastidores da sessão inaugural da 19ª Legislatura da Assembleia Legislativa foram dominados pelo pedido de CPI da Ponte Hercílio Luz, que já conta com 13 das 14 assinaturas necessárias, e pela disposição de líderes do PSD de reverter os aumentos de ICMS, principalmente sobre a cesta básica.

“Assinei no dia da diplomação”, confirmou João Amin (PP), referindo-se  ao pedido de CPI capitaneado pelos deputados Bruno Souza (PSB) e Jessé Lopes (PSL). “Falta a última assinatura, mas dois do PSL ainda não assinaram, o Ricardo Alba e o Coronel Mocellin”, informou Jessé.

“Vou tratar do assunto na segunda-feira”, afirmou José Milton Scheffer (PP). Para o deputado Moacir Sopelsa (MDB), é necessário esclarecer os gastos com a reforma. “Há 30 anos se reforma a ponte, é preciso passar a limpo”, declarou Sopelsa.

A previsão de Bruno Souza é protocolar o requerimento na próxima semana. “Será uma resposta às pessoas”, justificou o ex-vereador da Capital.

Questionado sobre o assunto durante a coletiva à imprensa, Julio Garcia (PSD), recém eleito presidente da Casa, garantiu que o pedido será tratado de acordo com o regimento interno.

Já assinaram o pedido de CPI os deputados Altair Silva (PP), Luciane Carminatti (PT), Maurício Eskudlark (PR), Neodi Saretta (PT), João Amin (PP), Nilso Berlanda (PR), Ana Caroline Campagnolo, Bruno Souza, Felipe Estevão (PSL), Jair Miotto (PSC), Jessé Lopes, Marcius Machado (PR) e Sargento Lima (PSL).