Câmara aceita denúncia contra prefeito Elcio e seu vice

Na noite da última terça-feira, dia 07, em sessão ordinária, os vereadores de Camboriú votaram a denúncia apresentada na Casa Legislativa por munícipes, após aprovação do relatório da CPI, que investigou supostas irregularidades por parte do Poder Executivo, na contratação e pagamento de uma empresa para a realização de reparos nas ruas da cidade. Veja detalhes da CPI aqui.

Com 09 votos a favor e 4 votos contrários, a denúncia foi aceita pelos parlamentares. A votação teve ainda uma ausência, já o Presidente não vota.

O documento faz observações sobre as responsabilidades do Prefeito Élcio Rogério Kuhnen e o Vice Ramon Jacob. Entre os embasamentos estão os posicionamentos adotados pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e pelo Tribunal de Contas da União, onde se aponta que não pode eximir-se o chefe do executivo de responsabilidades ante a simples delegação de seus subordinados, pois, cabe a autoridade delegante supervisionar a execução das atividades. Quanto às ações do Vice-prefeito, a denúncia recai sobre o ato de pagamento à empresa contratada enquanto Prefeito em Exercício e por ser Secretário da Administração na época, com a atribuição de promover licitações.

Após a aprovação, os vereadores sortearam formação da Comissão Processante, que será composta pelos vereadores Piteco (PR - Presidente), Claudinei Loos (MDB - Relator) e Marcio Roberto Muller, o Betinho do Carvão (DEM - Membro). Os trabalhos devem iniciar com a notificação dos denunciados, para que no prazo de 10 dias apresentem defesa prévia. O processo deverá ser concluído dentro de 60 dias, após a notificação dos acusados. Concluídas as investigações pela Comissão Processante, relatório será analisado pelo plenário.