Ponte da Marginal Leste estará pronta em outubro

Durante a assinatura da ordem de serviço da obra do Elevado da Quarta Avenida, já iniciada, algumas informações foram oferecidas pelo vice-prefeito e secretário de Planejamento, Carlos Humberto. 

A primeira é que as vistorias do programa Se Liga na Rede, da Emasa, já realizou, no atual governo, mais de 55 mil vistorias domiciliares de esgoto. O programa, criado no governo anterior, até alil só havia concluído 500 vistorias. 

A segunda é que a ponte da Marginal Leste estará concluída em outubro, segundo entendimento mantido com a Arteris, ANTT e Polícia Rodoviária Federal. Mesma época de conclusão do elevado. 

Ambas serão importantes como medidas de mobilidade urbana da cidade. O elevado eliminará um dos principais conflitos de trânsito - pois no local se concentra o principal fluxo de tráfego de Balneário Camboriú, seja saindo ou entrando na cidade.

O vice prefeito falou das dificuldades de prosseguir a obra do Binário Sul até a 3700, porque na altura da 3198 há uma interrupção em função da incompetência da empresa vencedora da licitação. A obra deveria estar pronta em novembro e possivelmente durará mais um ou dois meses. 

Sobre o elevado, conforme informação da assessoria da prefeitura:

O elevado terá quatro pistas paralelas para o trânsito de veículos, ciclovia protegida, calçadas com acessibilidade e uma área de urbanização com 15 mil m² em seu entorno. Nesta área urbanizada haverá itens de lazer, como dog park, espaço para ginástica, parquinho infantil, praça e paisagismo, além de possuir mobiliários urbanos e iluminação com sistema de led.

Atualmente, passam pelo entroncamento da Quarta Avenida com a Avenida dos Estados 4,7 mil veículos no horário de pico. O cálculo é que daqui a dez anos a movimentação aumente para quase 10 mil veículos passando pelo local nos horários de rush.

Esta obra vem para dar fluidez no sistema viário, pois com a implantação do elevado, o trânsito neste entroncamento Norte/Sul e Oeste/Leste vai fluir naturalmente, sem congestionamento. Esta obra interliga o Binário Norte (Av. Martin Luther) com o Binário Sul (Quarta Avenida).

A empresa vencedora da licitação foi a Pacopedra Pavimentadora. O valor previsto no edital de licitação era de R$ 11,8 milhões, mas a empresa vencedora fará a obra por R$ 10,6 milhões - uma economia de R$ 1,2 milhão. O prazo previsto de construção do novo elevado é de oito meses.

Com a implantação do elevado, em conjunto com a finalização da Avenida Panorâmica, o fluxo do trânsito será da seguinte forma: os veículos que estiverem na Avenida Martin Luther e vão em sentido à Avenida das Flores terão que acessar a Avenida Panorâmica; os veículos que estiverem na Avenida Martin Luther, mas que vão para a Quarta Avenida, passarão por cima do elevado.