Um apelo de Carlos Humberto ao governador Carlos Moisés

APELO DE CARLOS HUMBERTO AO GOVERNADOR CARLOS MOISÉS (PRA GENTE NÃO MORRER NO RASO)

Carta ao Governador do Estado De Santa Catarina, Senhor Carlos Moisés.

Senhor Governador, meus parabéns pelo decreto 515/2020, restringindo o funcionamento de todas as atividades não essenciais no Estado por sete dias, e impôs o isolamento a grande maioria dos sete milhões de Catarinenses. Saímos na frente de toda aFederação, mostrando coragem e determinação. Essa medida já mostrou seus efeitos, nossa curva de contágio é baixíssima, e isso é o mais importante neste momento.

Parabéns mais uma vez, por reeditar o decreto por mais sete dias, pois o mais importante para o momento ainda é manter a curva de contágio baixa. Acredito que essa medida ainda se mostra a mais eficaz: temos que preservar a vida.

Mas se o Senhor me permite, quero deixar algumas sugestões:

1 - temos que aproveitar esses próximos sete dias de isolamento para elaborar os próximos passos, temos que ser inteligentes e continuar à frente dos demais, planejando para as próximas semanas um isolamento eficaz somente dos grupos de risco, idosos e pessoas que apresentam fragilidades ocasionadas por doenças pré existentes, liberando os saudáveis que correm baixíssimo risco, para que retomemos à atividade econômica e não criemos desemprego;

2 - precisamos deixar à disposição do povo catarinense o maior número de UTIs e respiradores possíveis. Só o Prefeito Fabricio de Balneário Camboriú já apresentou diversas sugestões palpáveis neste sentido. É possível fazer isso rápido, criando uma rede ampla de proteção e cuidado para o catarinense;

3 - programa de proteção contra fome. Apesar de termos a melhor posição do Brasil neste quesito, ainda possuímos muitas pessoas em vulnerabilidade econômica, afetadas gravemente pelas políticas de isolamento e, se não forem assistidas, correm sério risco de adoecerem; são nossos irmãos, e o catarinense não deixa irmão na mão;

4 - Política de estímulos aos pequenos e médios empreendedores e profissionais liberais. São estes que empregam a grande maioria das pessoas, mas também são os que mais precisarão de capital de giro para retomarem suas atividades. O pagamento da dívida de Santa Catarina com a união será suspensa (dando fôlego financeiro) junto com os programas de incentivo econômicos do Governo Federal, então podemos ser criativos e dar aos pequenos e médios empresários meios de sobreviver, e, por consequência, aos trabalhadores.

Espero ter contribuído. Como Catarinense, o que mais espero é o melhor para Santa Catarina, e para as sete milhões de pessoas que vivem aqui. O Catarinense é o povo mais inteligente na nação, o mais trabalhador e solidário, não é de graça que temos o melhor Estado do Brasil disparado; somos a unidade da Federação mais antiga do Sul do Brasil. Vamos fazer valer nossa experiência, garra e força de trabalho, vamos ser pioneiros e inovadores uma vez mais e continuar orgulhando e ajudando o Brasil e o Mundo, no combate a esse maldito vírus chinês.

Carlos Humberto Metzner Silva
Catarinense com muito orgulho