Secretário da Saúde de SC pede demissão do cargo

Em nota oficial, o governo de SC anuncia o pedido de exoneração do secretário da Saúde:

"O Governo do Estado de Santa Catarina comunica que no fim da tarde desta quinta-feira, 30 de abril de 2020, o governador Carlos Moisés recebeu do secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino, o seu pedido de exoneração.

O Governo agradece os serviços prestados pelo secretário em prol das políticas públicas de saúde dos catarinenses, ao tempo que reconhece as conquistas e avanços da pasta sob o seu comando.

Cabe registrar que a quitação da dívida da saúde, estimada em quase R$ 750 milhões, e a construção da política hospitalar catarinense, em parceria com os municípios e hospitais filantrópicos, são resultado do trabalho efetuado desde o início de 2019.

Em especial, ainda, a coordenação das ações do Estado de Santa Catarina no combate à pandemia da Covid-19, que traz até aqui resultados diferenciados para o nosso Estado no comparativo com o Brasil em relação à baixa taxa de letalidade assim como na exemplar preparação do sistema de saúde pública de média e alta complexidade.

O nome do novo secretário de Estado da Saúde deverá ser divulgado nos próximos dias."

A demissão vem após pressão social e política pelos eventos envolvendo a secretaria, como a fracassada tentativa de montar um hospital de campanha em Itajaí a valores inexplicados e o mais recente escândalo da aquisição de respiradores a preços superfaturados e em condições inadequadas e discutíveis.

Em meio a tudo isso, o governador Carlos Moisés anunciou a renovação,  por tempo indeterminado, do decreto estabelecendo medidas de isolamento social em Santa Catarina. Assim, seguirá proibido de circular o transporte coletivo, seja municipal, intermunicipal, interestadual ou internacional e continuam suspensos aulas presenciais, eventos com aglomeração de público, cinemas, teatros, casas noturnas e o calendário esportivo, sem data para retorno. As novas regras foram publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE) na noite desta quinta.

De acordo com Carlos Moisés, as medidas de isolamento social surtiram efeito em Santa Catarina, com uma redução da velocidade de contágio. Ele pediu a colaboração da população para manter o alerta com as medidas de prevenção individuais.

O Estado tem confirmadas, até agora, 2.394 casos e 48 mortes por Covid-19.

(Publicidade)