Homem é condenado a 61 anos e 8 meses de prisão por abuso sexual de cinco crianças

Um homem de 60 anos na época dos fatos foi condenado à pena de 61 anos e 8 meses de prisão por abuso sexual de cinco crianças em Jaguaruna. A sentença, que atendeu a uma ação penal proposta pela Promotora de Justiça Raísa Carvalho Simões Rollin, também fixou um valor que o réu terá que pagar a cada uma das vítimas como forma de reparação dos danos morais sofridos.

Todas as vítimas eram parentes do homem - sua neta, duas vizinhas e dois sobrinhos de sua esposa. Para atrair a atenção das crianças, o homem oferecia-lhes doces e outras guloseimas e, assim, conseguia sensibilizá-las para que não o denunciassem às autoridades.

O caso só foi registrado na delegacia em 2019, quando os parentes souberam que o homem também estava sendo investigado por outro caso de estupro em uma cidade no Norte do estado, mas os crimes ocorreram em 2008, 2010 e 2016. Primeiramente ele abusou da neta; depois, das vizinhas e, logo depois, dos sobrinhos.

Ao todo, o réu terá que pagar R$ 75 mil como indenização para as vítimas -  R$ 30 mil para a neta, R$ 10 mil para as vizinhas, R$ 10 mil para um sobrinho e R$ 15 mil para uma sobrinha. O homem está preso preventivamente desde 2019. A sentença foi proferida no dia 2 de fevereiro de 2020. Ainda cabe recurso da decisão.