Eleição pode ter múltiplas opções de nomes

Ao que tudo indica e se nada mudar, na eleição do ano que vem poderemos ter mais candidatos a prefeito do que em qualquer outra. Possivelmente: Fábio Flôr, Marisa Zanoni Fernandes, Fabrício de Oliveira, Júnior Pavan, um nome do PMDB, um nome do PSC e outros nomes de partidos nanicos. Sinceramente, vai ser difícil formar-se este quadro, na prática. As coligações devem acelerar e resumir a três, no máximo quatro candidatos. Porém, se acontecer, será a mais espetacular oportunidade dos eleitores selecionarem um nome dentre opções múltiplas.