Ódio pessoal e desamor próprio

A democrática crítica tende a se conspurcar quando o nível baixa, vira ódio pessoal. E segue um caminho natural - a lata do lixo da história. Sempre lembrando que o ódio pouco efeito faz no seu alvo. Quem mais sofre as consequências é quem odeia. Principalmente porque o seu alvo nada sofre com seu ódio. É como tomar um copo de veneno e esperar que o inimigo morra. Geralmente, esses que pautam o ódio como razão de combater alguém, sofrem de males terríveis - o pior deles o desamor próprio.