A assustadora criminalidade de menores

É assustadora a sequência de intervenções da Polícia Militar de Itapema no Calçadão da Meia Praia, flagrando menores (até 13 anos de idade), consumindo bebidas alcoólicas, algumas eventualmente consumindo drogas de dia, a qualquer hora, e à noite.

O caso se repete na orla da Praia Central de Balneário Camboriú. Há casos de menores reincidentes pela mesma contravenção e no mesmo local por dezenas de vezes. Assim não há como resolver ou aguentar. Menos mal que a PM ou a nossa Guarda Municipal Armada não sossegam e continuam “enxugando gelo”. Apreendendo e prendendo, prendendo e apreendendo tantas vezes quantas eles entram e saem. Alguém vai morrer de cansaço. A PM, a GMA, a Polícia Civil, os drogaditos ou a imprensa, de tanto repetir publicações que parecem cópias uma da outra.

Mas afinal, qual a razão pela qual um menor com mais de 20, 30, até 70 passagens por contravenções iguais ou até graves entra e sai com tanta facilidade do recolhimento? Às vezes nem chegam a passar pela porta da Delegacia. Já esperam lá fora mesmo, para não cansar.

Num primeiro momento ficamos perplexos em como tamanha e volumosa reincidência não significa agravante de nada. No outro, sabemos que, caso seja da vontade legal de um juiz apreendê-los, para onde mandar? Não há um CASE pronto. O de Itajaí está pronto, mas só será inaugurado sabe-se lá quando. Os outros estão lotados e outros tantos, como o de Itajaí, estão inativos ou nem concluídos ainda.

A conclusão final é que estamos expostos à criminalidade de menores e à sua presença predatória e permanente. E a indagação final: cadê os pais ou tutores? Eles são conhecidos e responsabilizados? Eles sabem que os filhos estão ali, cometendo ilegalidades ou consumindo bebidas alcoólicas ?

As perguntas ficarão perdidas aqui, mas fazê-las é de lei.

----

Boletim de Ocorrência da PM de Itapema:

POLICIA MILITAR INTENSIFICA OPERAÇÕES NO CALÇADÃO DA MEIA PRAIA EM ITAPEMA

Trata-se de sequência de operações realizadas no calçadão da Meia Praia, sendo que hoje (10/12) por volta das 22:00h, uma Guarnição PM, se encontrava em policiamento preventivo no calçadão, quando nas proximidades da Rua 231 efetuou abordagem de 03 indivíduos sendo um masculino e duas femininas.

Foram devidamente identificados como sendo o masculino

M. M. DA C., 18 anos.

As femininas menores de idade como sendo

T. E. A. 14 anos e L. T. DA S. A. 13 anos.

Nada de ilegal foi encontrado na revista pessoal, porém os mesmos estavam de posse de bebida alcoólica (vodka), a guarnição obteve a informação dos abordados de que a bebida era de proriedade de MATIAS e que uma das menores consumiu a bebida.

Diante dos fatos foi dado voz de prisão ao masculino por fornecer bebida alcoólica a menor de idade e conduzido à DP.

A pena para esse crime é de 2 a 4 anos

Novamente a pergunta: Onde estão os pais das menores? Será que sabem onde e com quem andam suas filhas? É um absurdo meninas de 13 e 14 anos ingerindo bebidas alcoólicas.

Tenente Rodrigues - Comandante da PM de Itapema