Invasão em nome da eleição?

Durante protestos na sessão da Câmara pela diplomação dos eleitos, 230 famílias dos invasores de área pública no Conde Vila Verde, em Camboriú, protestaram contra a ordem de despejo judicial e querem uma alternativa para saírem. A batata quente vai ficar nas mãos do futuro prefeito. Em todo caso, eles afirmaram que têm direito a ficar porque foram autorizados a invadir durante a eleição. Autorizados, segundo disseram, por gente ligada à administração municipal. Isto é extremamente grave. É preciso saber quem autorizou e responsabilizá-los. Como se já não houvesse tantos problemas sociais na região...