A temporada será fraca; afirmação ou indagação?

Nesses dias ao redor do Natal, antes, durante e depois, imagens mostram o que no ano passado e nos demais, não ocorria: a areia com largos espaços impreenchidos antes, durante e após o Natal. As imagens deste texto são do dia 27, terça-feira de dezembro, dois dias após o Natal. Local: em frente à Rua 3000, normalmente muito frequentado noutras épocas e neste período. A tal ponto de não ter nem como colocar uma sombrinha. Agora, sobra espaço. E muito, como se pode ver. Apesar do tremendo calor do horário: 10 horas, horário de verão.

Espelho de uma crise nacional, retração de mercado natural, fuga para outras regiões (mas até o Rio de Janeiro e Florianópolis estão na mesma) ou apenas o pessoal cansou das mesmas coisas. Vamos aguardar o pós réveillon, pra ver até que dia permanecem os visitantes por aqui. Será uma baliza a ser considerada. Mas o prenúncio é este. Bom para frequentradores locais e moradores, ruim para quem imaginou faturar muito.