É bom descerem do palanque; já não é mais campanha eleitoral

Uma simples publicação do vereador Aldemar Bola (|PSDB) na Internet, alertando sobre a falta de gesso no Hospital Ruth Cardoso, provocou uma reação imediata do governo, através do vereador Omar Tomalih, também via Internet, chamando Bola de mentiroso e encrenqueiro. Isto bastou para formar-se uma reação em cadeia contra cuidados e atendimentos no hospital, além da denúncia da falta de muitas outras coisas, além de medicamentos e, sim, gesso. 

NOTA SOBRE O HOSPITAL RUTH CARDOSO !!!!!

Me solidarizo com a colega e amiga Juçara Pinheiro, e demais PROFISSIONAIS que foram hostilizados e chamados de BURROS por essa gestão deficiente !!!!!

No dia 19 de junho de 2017 também fui covardemente dispensada e tive meu Contrato de Trabalho interrompido pela justificativa de inumeras NOTIFICAÇÕES e ADVERTÊNCIAS que recebi pelo Técnico em Segurança do Trabalho, Sr. Juliano Sordi. O Assedio Moral por parte deste "profissional" começou em 31 de março de 2017, e perdurpou até a data de meu desligamento, em que fui vítima de uma "chuva de notificações e advertências, forçosas para que eu pedisse o desligamento desde nosocômio, mas que assim, não o fiz !!!!!

Eu já estava ciente que este Técnico em Segurança do Trabalho estava agindo com certa conduta desrespeitosa e entimidadora com diversos colaboradores...enfim, chegou minha vez !!!!!

Na primeira conversa, ressaltei que não estava me impondo em obedecer as regras de Segurança do Trabalho - norma 32 . Destaquei, apenas, que ele estava ali para fazer a nossa segurança e não agir da forma e com a conduta que havia apresentando. Pedi, de forma amigável que primeiro a intituição nos oferecesse um ambiente adequado de trabalho, pois todos estavam em risco, e que se ele fosse "macho" mesmo, homem, que notificasse o Secretário de Saúde e INTERDITASSE aquele Pronto Socorro pela sujeira e exposição dos funcionários à todo tipo de agente biológicos e riscos de toda e qualquer natureza, a exemplo:

a) BALCÃO ABERTO, SUJO COM SANGUE E SECREÇÕES, NOS COLOCANDO EM TOTAL CONTATO E EXPOSIÇÃO AO PACIENTE/PÚBLICO E SUAS ENFERMIDADES, COMO TUBERCULOSE, MENINGITE E OUTROS (ressaltando que o tempo de espera no Pronto Socorro chegou a 9 horas) REVOLTANTE !!!!!
b) BALCÃO POSICIONADO AO LADO DA PORTA DO BANHEIRO FEMININO, QUE POR SINAL SE ENCONTRA EM PÉSSIMAS CONDIÇOES E SEM MAÇANETA, ONDE AS PESSOAS ENTRAM TOSSINDO E VOMITANDO PRATICAMENTE SOBRE NÓS;
c) AR CONDICIONADO "PODRE"; NUNCA FORAM LIMPOS
d) CHÃO ENCARDIDO E CONTAMINADO;
e) JANELA SEM CORTINA, COM SOL BATENDO NO ROSTO;
f) CADEIRAS INAPROPRIADAS E ENFERRUJADAS;
g) OUTROS DIVERSOS E GRAVES.

Nesse sentido, expus à ele a situação, e expliquei que as mudanças precisavam partir do nosocômio para que, assim, os funcionários, gradativamente, fossem se adequando às mudanças. Justifiquei que os funcionários estavam ficando doentes pelas más condições do local de trabalho, pressão psicológica, falta de materiais, entre outros, e NÃO POR USO DE ADORNOS, E QUE ISSO, NAQUELE MOMENTO ERA IRRELEVANTE !!!!!

A gota d'água foi o não fornecimento da Vacina da Gripe para os profissionais Administrativos (em especial para nós que estavamos recepcionando o Pronto Socorro, sob a alegação que deveriamos procurar as Unidades de Saúde munidos de alerite comprobatório...ABSURDO !!!!

Ressalto que o Técnico em Segurança do Trabalho, Sr. Juliano Sordi, me desrespeitou e feriu Direitos Constitucionais meus, ao afirmar que eu não tinha perfil para trabalhar nesta Intituição e que o meu perfil era para "Trabalhar em uma Balada". Falei à ele que me respeitasse, pois, eu tinha 16 anos de Saúde. Evidentemente ESTAREI ACIONANDO OS MEIOS LEGAIS, POIS TIVE MEUS DIREITOS DE IMAGEM, PERSONALIDADE E LIBERDADE GRAVEMENTE AFETADOS !!!!!

Deixo claro e ressalto que sou Bacharel em Direito, com um curriculo vasto na Área da Saúde (anexo), e trabalhei no Hospital Ruth Cardoso por OPÇÃO E NÃO POR NECESSIDADE, EM ESPECIAL, BRIGUEI PARA FICAR LOTADA NO PRONTO SOCORRO, LOCAL MARGINALIZADO E QUE NINGUÉM QUERIA EXERCER AS FUNÇÕES.

Por fim, resta claro, tais atitudes, se tratarem do reflexo de uma gestão deficiente, que não está preocupada em melhorar o Hospital Ruth Cardoso, e sim, em perseguir e extirpar os funcionários experientes que deram e dão seu sangue para socorrer "à unha" e salvar vidas !!!!!

DEIXO AQUI MINHA REPULSA !!!!!
À DISPOSIÇÃO PARA ESCLARECIMENTOS DE QUEM MAIS INTERESSAR !!!!!

Martina Galvagni 
26/06/2017

CURRÍCULO PROFISSIONAL:
https://pt.scribd.com/document/340554177/Curriculo-Profissional-Martina-Martina Galvagni

MEMORIAL PROFISSIONAL:
https://pt.scribd.com/document/340553777/Memorial-Profissional-Martina-Martina Galvagni

(Esta publicação, no original, com os comentários variados de outros cidadãos, está aqui. Chega a ser impressionante):
https://www.facebook.com/profile.php?id=100004307988695

===

Não só em relação ao hospital, cujas dificuldades são notórias e reconhecidas desde sempre, mas também em relação à recuperação da pavimentação asfáltica da cidade (que está destruída), a atual administração centra seus argumentos, diretamente ou através da sua imprensa apoiadora, culpando a administração anterior. Ora, este foi justamente o argumento que usaram para se eleger: apontando estes defeitos que hoje ainda lamentam. Por isto e para isto venceram. Precisam urgentemente descer do palanque. Os motivos da campanha pelos quais venceram já não valem mais, pois agora são governo. Precisam e devem resolver. E em seis meses precisam mostrar é como vão resolver e não lamentar e atribuir ao governo passado. Isso não ajuda em nada. E só serve de justificativa inútil. Desçam do palanque. 

Quem gosta de palavrório é dicionário.