CPI das Águas pode ir bem fundo

Resolvi dar uma passada na Câmara de Camboriú, pra saber mais sobre a intenção de instalar-se uma CPI para apurar a concessão dos serviços de abastecimento de água. Fui recebido por vários vereadores, capitaneados pelo John Lenon Teodoro (PSDB), os quais relataram pontos importantes do contrato de concessão à empresa Águas de Camboriú. Segundo eles, há irregularidades, mas ainda vão reunir documentos para embasar o pedido de CPI, já assinado por número mais que suficiente e, portanto, tida e havida como certa a criação da CPI. Mas eles querem a unanimidade dos vereadores, para ser uma decisão do Legislativo como um todo e, assim, ganhar mais força e independência de ação.

Foi uma bela conversa, da qual acabamos extraindo ideias sobre como resolver alguns problemas do serviço. Dei uma dicas rápidas e despretensiosas e os ilustres vereadores gostaram e até disseram que vão adotar.

O requerimento para formar a CPI será apresentado dia 1º de agosto, quando a Câmara volta do recesso.

Depois, no rastro desta veiculação na minha página do Facebook, veio de Penha um recado, assinado por Angelo Piazera Júnior:

Ví na sua página que vc esteve conversando com os Vereadores de Camboriú sobre a instalação de CPI da Cia de Águas. Aqui em Penha, é a mesma empresa (AEGEA) e formamos um grupo de trabalho no ano passado. Temos farta documentação sobre irregularidades cometidas pela empresa Águas de Penha (AEGEA) já encaminhadas ao Ministério Público.

O mesmo vem acontecendo também em São Francisco do Sul, bem como em Bombinhas.

Em todos estes municípios AEGEA ganhou a concessão. O processo licitatório também foi completamente maculado por aqui. Enfim, se algum dos Vereadores daí quiser, podemos marcar uma conversa com o pessoal do GT Saneamento Penha, do qual faço parte.

====

Pelo jeito, isso vai render muitos panos para as mangas.