Laranjeiras não está despoluída

Antes de replicar, ainda que eventualmente, informações colhidas nas mídias sociais, tomamos certo cuidado com os fatos retratados. Para evitar a difusão de críticas sem solidez. Esta, porém, além da referência em texto, se compõe de um vídeo indesmentível.

Falando da Praia de Laranjeiras, que, em 25 de janeiro de 2017, tão logo assumiu, foi visitada pelo prefeito e por secretários, assegurando a sua despoluição pelo fechamento, ou lacre sumário, dos esgotos clandestinos. Outra furada, como o deque do Pontal Norte, cuja reforma foi assumida na mesma época e, hoje, está ainda em situação lamentável. Nem 500 metros de uma estrutura de madeira conseguiram concluir em sete meses. 


Thiago Souza, no Facebook, com texto e vídeo:


Infelizmente a Praia de Laranjeiras encontra-se poluída mais uma vez.

Não gosto de fazer acusações a políticos ou a quem quer que seja, mas infelizmente o Sr. Prefeito Fabrício de Oliveira, está deixando a desejar.

No começo do ano, foi realizada uma operação entre a Secretaria de Obras e a Secretaria do Meio Ambiente, quando realizaram levantamento das ligações irregulares de esgoto. Por fim, realizaram apenas o fechamento da rede pluvial que desembocava diretamente na areia da praia. E posteriormente, após a temporada, ficou agendado o desligamento dos esgotos irregulares. Infelizmente isto foi uma medida paliativa.

Neste final de semana (final de julho), mais uma vez a praia foi INVADIDA pelo esgoto, pois a rede pluvial, que fora trancada com concreto no começo do ano se rompeu devido à grande quantidade de esgoto despejado irregularmente.

O pior de tudo é que a prefeitura sabe a quem pertence o esgoto irregular. Inclusive houve uma TAC (Termo de ajustamento de conduta) entre o MP, a prefeitura e o Parque Unipraias (teleférico). Mas infelizmente a situação continua assim.