Piriquito sobre UPA das Nações: não abrem porque não querem

O ex-prefeito de BC, Edson Renato Dias, o ERD, acusou o governo de fazer politicagem com  saúde pública ao não entregar a unidade da UPA do Bairro das Nações à população: “Não entregam porque não querem”, afirma o ex-prefeito, ressaltando que as irregularidades apontadas no prédio não são motivo para não abrir as portas da unidade, se é que elas existem mesmo, questionou o ex-prefeito a reportagem da Publixer.

ERD alega que antes de ser empossado o prefeito e equipe foi realizado um processo de transição e em nenhum momento foi levantada as irregularidades. Se constaram as tais irregularidades após nomeado o prefeito não tem sentido deixar prédio e equipamentos se deteriorando. ERD considera banais as irregularidades apontadas publicamente e se for para responder por elas o ex-prefeito diz que não fugirá da responsabilidade. Sobre o prédio parado, ocioso, ERD pergunta: onde estão as mobílias? Onde estão os equipamentos?

O ex-prefeito compara a unidade da Upa com o Hospital Ruth Cardoso. Quando assumiu a prefeitura o hospital, o prédio contava com diversas irregularidades, mas não foi motivo para que não entregasse a população. Da mesma forma o PA da Barra, que os opositores desdenham como sendo garagem de barco. Garagem ou não, afirma o ex-prefeito, está lá salvando vidas. “Esse governo está brincando com a saúde da população”, afirma o ex-prefeito na certeza de que essa campanha contra o prédio da UPA das Nações começou só agora porque é véspera de eleições. “Decidiram fazer a política do retrovisor”, concluiu ERD convencido de que este tipo de comportamento abafa um governo sem capacidade de gestão.

(Publicação original transcrita do jornalista Bola Teixeira, no seu blog Publixer)