Um novo e moderno sistema de coleta de lixo

O goveno municipal, através da empresa Ambiental, concessionária da limpeza urbana e coleta e tratamento do lixo, inicia uma experiência, semana próxima, com a chamada "coleta mecanizada". O pioneirismo será implantado nos bairros Vila Real e Iate Clube, onde o lixo é recolhido às terças, quintas e sábados. A tendência é aplicar o sistema em toda a cidade, no futuro. 

Trata-se da colocação de 100 contêineres de 1000 litros de capacidade cada um, em espaços regulares e padrão de 60 metros entre um e outro, onde os moradores devem colocar o lixo produzido. Isso significa que ninguém percorrerá distância maior que 30 metros da sua casa ao contêiner. Isso evitará muitos problemas hoje existentes: odor, menos insetos e doenças, evita o entupimento de boeiros, exposição de resíduos à chuva e animais, vazamento de líquidos, para citar os exemplos mais evidentes. Pode-se falar também do visual - pois não mais estarão expostos lixos nas calçadas à espera da coleta. Além de facilitar e racionalizar a coleta, ajudando até o trânsito, pois os caminhões de coleta não pararão por mais tempo durante o serviço, mas apenas para recolher o que está nos contêineres, num processo mecânico rápido e eficiente (vídeo demonstrativo anexo).

O sistema nem começou a funcionar, mas já recebe uma carga de críticas. E críticas sempre são possíveis e são até naturais, mas é preciso primeiro ver como funciona. Crítica por hipótese e por suposição, por achismo,  fica complicado. É muito subjetivo.

Os moradores estão sendo informados a respeito com distribuição de material de divulgação e esclarecimento. 

Há quem esteja criticando e isto é no mínimo estranho: o serviço nem começou, não se sabe como funcionará e já se está criticando. 

Nesta matéria, além de material informativo farto sobre como o sistema funcionará, há, como se disse acima, um vídeo explicativo de como a coleta será feita e também um comentário nosso sobre o tema.