PF investiga e vai ao gabinete do deputado Pavan

A Polícia Federal cumpriu nesta quarta-feira, 29/8, dez mandados judiciais de busca e apreensão, expedidos pela 1ª Vara Federal de Florianópolis/SC, em operação que visa apurar a divulgação ilícita de informações sigilosas referentes à investigação policial conduzida pela PF.

Entre os alvos, estão servidores públicos da Polícia Federal e da Polícia Civil. Foi cumprido ainda mandado de busca e apreensão em um gabinete na Assembleia Legislativa de Santa Catarina.

Na ação de hoje são apurados os crimes de associação criminosa, corrupção passiva, violação de sigilo funcional, tráfico de influência, corrupção ativa, além da tentativa de interferir em investigação penal que envolva organização criminosa.

Um dos locais visitados pela Polícia Federal na Assembleia Legislativa foi o gabinete do deputado Leonel Pavan, mas ele não é suspeito de nada neste caso e sim um funcionário do seu gabinete, cujo computador foi confiscado para análise pericial. A assessoria do deputado esclareceu que o servidor já não pertence mais aos quadros do gabinete.

(Com informações do site da Polícia Federal)