Camboriú merece mais

Com o crescimento incontrolável de Camboriú, a situação financeira do município de agrava; são muitas construções, áreas extensas sendo habitadas, todas carecendo de infraestrutura, os impostos pagos não cobrem as demandas mais prementes. No futuro, quando todos os problemas de infraestrutura estiverem resolvidos é que o gestor público vai dispor de recursos para atender à população. Não é invadindo áreas acidentadas que os problemas terminam; é normal construírem em locais não autorizados e depois exigir da Prefeitura o mesmo tratamento daqueles que cumpriram a legislação. Não vai demorar 15 anos, Camboriú vai superar a população de Balneário Camboriú , cujo espaço já está totalmente tomado – resolvido com a verticalização. O problema não vai ser mais saúde, educação e violência, vai ser transporte (locomoção). (OPINIÃO de Odir Barni, no Facebook, ao comentar postagem deste jornal virtual)

O problema de Camboriú vai além. Nos últimos anos a cidade teve e está tendo um expressivo aumento populacional, com crescimento de demanda por serviços sociais acima da média catarinense, porém sua arrecadação, se analisarmos proporcionalmente à demanda social, é negativa, com tendência de o quadro se agravar. Basta analisar os números. (OPINIÃO de Auri Pavoni, no Facebook, ao comentar a mesma postagem deste jornal virtual)

Na postagem, falávamos das críticas à doença do prefeito Élcio Kuhnen (MDB), expressada por pessoas sem noção. Nem doença perdoam na sua sanha de atacar o prefeito, como se não houvesse mais coisas a fazer. E então o assunto derivou para este lado: a sobrevivência de Camboriú.

Mas o que mais chama a atenção é que o tema não tem preocupado mais ninguém ou pelo menos ninguém, nos últimos tempos (e há muito tempo), abordou a questão com objetividade e amplitude e, longe disso, sugeriu saídas ou caminhos. Vereadores e lideranças estão mais preocupados com miuçalhas políticas, coisas que nada constroem, até pelo contrário. São cabeças muito pequenas para isso. Só enxergam até o seu próprio umbigo e dali não passa. Camboriú merece mais.